Notícias - 19/07/2017

Mercado de bens duráveis cresce 12% nos primeiros cinco meses do ano, segundo GfK



Smartphones foi a categoria que mais cresceu, com desempenho positivo de 23% em vendas, seguida por televisores, com 15% em faturamento e 16% em volume, de acordo com levantamento da GfK Brasil

Nos primeiros cinco meses de 2017, o mercado de bens duráveis movimentou R$ 39,5 bilhões, ante os R$ 35 bilhões gerados no ano passado, alta de 12%. Já o volume de vendas avançou 10% neste período. Os dados foram apresentados pela GfK nesta terça-feira (18), durante coletiva de imprensa realizada na Eletrolar Show 2017. Os fatores deste crescimento, segundo o diretor comercial, Rui Agapito, e o diretor de Varejo, Minoru Wakabayashi, estão relacionados ao crescimento de marcas no mercado, preços e inflação em queda e manutenção da taxa do dólar.

No período, os smartphones lideraram as vendas, com avanço de 23%. A participação de aparelhos com tecnologia 4G passou para 75,6% nestes cinco meses do ano. “Como os preços vem caindo e a tecnologia ficando mais acessível, o consumidor está buscando aparelhos com mais recursos e mais capacidade”, destacou Rui.

No campo da chamada linha branca, as lavadoras de roupas registraram elevação de 6% nas vendas. Já os fornos/fogões e refrigeradores tiveram respectivas quedas de 5% e 4%. Mas avaliando a performance total de linha branca, o ganho em receita foi 2% maior, na comparação com o mesmo período de 2016.

Na linha marrom, o destaque ficou com os televisores que, ganharam importância. As inovações tecnológicas incrementaram as vendas, que cresceram 15% em faturamento e 16% em volume. O apagão analógico foi um grande aliado para este resultado. A conectividade é outro componente cada vez mais importante na categoria dos televisores. As Tv’s smart ganharam 14 pontos percentuais em importância, passando de 50% de participação, para 64%.

Eletroportáteis e informática

Nos cinco primeiros meses do ano, a categoria de eletroportáteis cresceu 13% em receita e 12% em volume. Os eletroportáteis direcionados ao preparo dos alimentos foram os que mais cresceram em vendas. Já na categoria Informática, os computadores deram uma guinada em seu desempenho, com alta de 13% em receita e 14% em volume.

Fonte: Redação Eletrolar News (Portal Eletrolar.com)

Categorias